fbpx

18 Feb(Português) Felicidade a dois é possível?


(Português) Quando ouço homens e mulheres sobre suas tentativas para estabelecer uma relação amorosa duradora e feliz, penso como é difícil conseguir um companheiro para toda a vida. Como é difícil ser feliz numa relação a dois. Creio que sempre foi. A diferença é que o desejo de ser feliz não era um objetivo de vida na vida de nossos pais e antepassados. A maioria queria uma vida boa – segura, confortável e estável – mas aceitava as dificuldades como uma realidade quase imutável.

Leia mais

13 Feb(Português) A mulher na liderança e o medo de perder a feminilidade


(Português) Como escrevi no texto anterior, o mundo corporativo foi formatado por valores masculinos, brancos e heterossexuais. Assim como todo o sistema de poder que atua na nossa sociedade. Um sistema começa a ser questionado e entra em colapso à medida que a moral reinante vai se modificando. Foi a mudança de moral em relação ao papel das mulheres na sociedade que abriu as portas para elas se expandirem no mundo corporativo – com muita luta, devemos admitir. É claro para todos que elas vêm crescendo, especialmente nos últimos cinco anos, tanto horizontal como verticalmente nesse ambiente.

Leia mais

11 Feb(Português) O mundo que criamos e o que queremos


(Português) O mundo corporativo foi formatado por valores masculinos, brancos e heterossexuais. Acredito que poucos tenham dúvida sobre isso. Era como o poder financeiro e econômico foi se formatando através dos séculos. Foi uma escolha? Sim. Consciente. Acredito que só por uma minoria. A consciência de que vivemos num único sistema social, cultural, geográfico e econômico no qual todos os seres humanos estamos interconectados só está ficando mais claro nos últimos anos. E mesmo assim, poucos conseguem compreender a magnitude disso.

Leia mais

28 Jan(Português) Casamento na Índia: as mulheres com o destino decidido


(Português) O casamento na Índia é uma das principais festas familiares. Os pais da noiva se preparam financeiramente para bancar boa parte da festa de casamento. Uma forma de dote moderno embora, cada vez mais, as despesas sejam divididas entre os dois lados. O nosso guia em Jaipur, após visitarmos o palácio do rei da região e ver o salão de festas do local, nos fez sentar para mostrar a festa de casamento da filha dele ocorrida o ano passado: “festa de casamento como de um maharabi (tipo de Rei na Índia)”, nos disse todo orgulhoso. Imagino que para o pai de uma menina, num sociedade tão preocupada com a convivência social, seja realmente importante mostrar que pode pagar um linda e longa festa. Foram 4 dias de festa!

Leia mais

21 Jan(Português) Índia: a beleza como escolha


(Português) Uma semana na Índia e alguns conceitos sobre a nossa realidade do Ocidente vão mudando. A Índia é bagunçada e empoeirada. Afinal, estamos falando de um país com 1,339 bilhão de habitantes (2017) num território que corresponde a menos da metade do Brasil. Fatos que promovem uma poeira e poluição insistentes. Ao mesmo tempo eles cuidam da beleza como poucos países que conheci até agora. O motivo é a crença de que a energia positiva se acomoda melhor nos espaços belos.

Leia mais

14 Jan(Português) Justiça nas decisões de um casal


(Português) Provavelmente quando este texto seja publicado estarei voando em direção à Índia. Sonho antigo que estarei realizando. Estive pensando porque tinha demorado tanto tempo para embarcar em direção a esse sonho… Há várias razões: tempo, dinheiro, outras prioridades e, sem dúvida, a resistencia que meu marido tinha por conhecer esse país. 

Leia mais

07 Jan(Português) Que você perdoe para reiniciar


(Português) Tenho pesquisado, estudado e refletido sobre a desigualdade e a injustiça. Ambas nos cercam e fazem parte da nossa forma de ser. Difícil alguém que não foi injusto ou aproveitou da desigualdade para se dar bem. Difícil quem não sofreu por causa de uma ou de ambas.

Leia mais

17 Dec(Português) O que tem debaixo da sua árvore de Natal?


(Português) Dezembro, a quinze dias do fim do ano, e o relógio parece ter ficado mais acelerado ainda. Existe uma certa paranoia generalizada em que as pessoas vivem como se o mundo fosse acabar. Muitos terão alguns dias de folga e o cansaço do ano – que, diga-se, não foi nada fácil – parece que não é mais suportável. Todos estão agitados. Todos parecem exaustos. Loucos para largar tudo e mergulhar em dias de praia e sol.

Leia mais

10 Dec(Português) Cinquenta e três anos. Como me sinto? Plena


(Português) Nesta semana que faço aniversário, inevitável refletir sobre minha vida. Sem dúvida a faixa etária dos cinquenta aos sessenta é muito especial. Você pode escolher envelhecer como um idoso, antecipando a velhice propriamente dita; você pode negar a sua idade e querer viver a vida como se tivesse quarenta ou você pode viver como se estivesse na exata idade em que está. Eu optei pela última opção.

Leia mais

03 Dec(Português) Sou uma feminista que adora cuidar do marido e da casa


(Português) Lembro quando comecei a primeira onda do Projeto Uno – pesquisa que realizo pela behavior, minha empresa – em 2010, tendo como foco as mulheres. Queria compreender em profundidade o que elas sentiam e entendiam sobre ser mulher num país como o Brasil. A época era propícia, porque estava se iniciando a discussão massificada sobre o empoderamento feminino. Lembro que, enquanto ia compreendendo crença a crença o que levava a nós, mulheres, construir o que é ser mulher, ia ficando furiosa.

Leia mais
(Português) INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Nome

E-mail

Últimos posts

Instagram

  • É hoje! às 19h pelo Instagram da NB Heart 💜🧡💙
  • Estamos en un momento mundial que somos obligados a pensar sobre nuestro valores humanos. valores que conducen nuestra sociedad. Aquí en Brasil está en discusión si debemos poner más vidas en peligro para que la economía continue a girar o si aceptamos el riesgo de estar más pobres pero más gente se salva. Les invito a que reflexionemos sobre esto.
#vida #coronavirus #valores #behavior #movimentoshumanos
  • Aproveitando o momento presente de reflexões universais, vamos analisar e refletir sobre nossos valores pessoais? O que realmente nos guia?
#valores #vamosrefletir #coronavirus #behavior #movimentoshumanos
  • Para as #mães que estão em casa com os #filhos: como tem sido a divisão de tarefas por aí? Quais #valores você tem transmitido a eles nesse momento de #transformação? Te convido a refletir sobre o tema no post de hoje, lá no blog. 
#mãesefilhos #família #apoio #equidadedegênero #amor #isolamentosocial #emcasa #behavior #movimentoshumanos

Seguir!

(Português) Baixe o Projeto Uno

Nome*

E-mail*

Cargo

Idade

Gênero