fbpx

13 Augrascunho


(Português) Os privilégios masculinos foram herdados de uma cultura antiga. Cultura que era transmitida desde cedo, no lar. O Poder Sobre podia ser agressivo e violento, que como todos sabem, leva atá hoje ao feminicídio. Ou podia ser discreto. Mostrando uma braveza contida. Ameaçadora. Que carregava, muitas vezes, na sua sutileza, uma violência tão daninha como a da agressão física. Por ser  dissimulada,  a vítima nem sempre sabia, conscientemente, que estava sendo intimidada. Somente sentia a intimidação e começava a agir para evitar  “irritar” o companheiro.

Leia mais

06 Aug(Português) A dificuldade em dizer adeus a um relacionamento


(Português) Há um comportamento, que tem se tornado característicos nos relacionamentos: o sumir. A pessoa se relaciona, demostra interesse, que está gostando – ou, pelo menos, a leitura do outro é essa – e um belo dia, simplesmente, some. Não atende telefone, não responde as mensagens de whatsapp e em alguns casos, bloqueia a, até ontem, pessoa amada. Sem explicação. Sem nenhuma palavra.

Leia mais

18 Jun(Português) Sucesso, dinheiro e liberdade. Será que eles convivem bem?


(Português) Perguntar como vão os sonhos ao brasileiro, mesmo em época de crise, ajuda a compreender como veem o futuro e quais valores os estão guiando. Entra crise, sai crise, o que continua imbatível é o desejo por liberdade. Em época de crise, o sonho pela liberdade, vira uma queixa constante pela percepção da falta. Em época de bonança, parece ser o sonho que guia o futuro.

Leia mais

01 May(Português) As decepções com o Homem Sensível


(Português) Existe uma estória que, com pequenas variações, é contada e bem aceita por boa parte das pessoas que se interessam sobre a equidade entre os gêneros feminino e masculino. Essa estória conta que a mulher foi à luta – incentivadas por mães sofridas que as criaram para “não depender de homem algum”. Que ela teve que enfrentar preconceitos e assédios, sejam estes diretos, indiretos ou perversamente insidiosos. 

Leia mais

23 Jan(Português) A pluralidade no Sx e o Amor


(Português) Passei parte dos meus últimos dias assistindo o documentário Sexo e Amor pelo mundo da CNN. O documentário, sob o comando da jornalista Christiane Amanpour (disponível no Netflix), apresenta como são vistos e tratados o Sexo e o Amor em cidades culturalmente distante entre si. Embora ainda não vi todos os episódios, dá para ver que este documentário é uma bela oportunidade para entender o que são crenças e valores na prática, e, como, de fato, moldam nossa noção de realidade. Notar como as crenças, e os valores que elas suportam, fazem toda a diferença na visão de mundo que as pessoas têm sobre os mesmos temas. É o que faz o mundo ser plural.

Leia mais

09 Jan(Português) Quando o amor se torna racional


(Português) Entra ano, sai ano e continuamos sonhando com o amor romântico. Levei anos para entender que para ele existir e permanecer na nossa vida, na forma que o sonhamos “feliz”, precisamos de um lado racional bem desenvolvido. Chamaria isso de amor romântico racional. Sem a racionalidade – que nada tem a ver com frieza – o amor pode simplesmente nos levar para relações sofredoras. Se você é um típico latino dramático, que acredita que a vida foi feita para sofrer; então, está tudo certo: a gente cria a vida que dá vida às nossas crenças.  

Leia mais

07 Nov(Português) Encantamento e paixão, emoções que alimentam nosso ser


(Português) Tem uma fase da vida que acreditamos que toda grande paixão se tornará um grande amor. Entramos nela sugados pelo magnetismo que a paixão é capaz de exercer e com a sensibilidade à flor da pele, vamos nos perdendo num mundo de emoções e sentimentos que não nos permite raciocinar. Costuma ser grande a decepção quando a paixão mingua e a promessa de amor eterno se dissipa no ar.

Leia mais

21 Aug(Português) Uma grande paixão ou um grande amor?


(Português) Quando li um livro sobre o Tantrismo há muitos anos, uma coisa me chamou atenção: segundo o autor, a mulher ou o homem com quem se fazia o sexo tântrico não deveria ser a mesma pessoa com que se relacionava como casal. Conheço superficialmente o tantrismo e por isso desconheço se é uma premissa tântrica geral ou um ponto de vista do autor. O que sei é que após refletir sobre a simbologia inserida nessa premissa, fez todo o sentido para mim.

Leia mais

02 JulQual é a troca justa no amor aos 80 anos?


(Português) A tarde ensolarada e quente em Londres serviu de pano de fundo para um almoço delicioso no último domingo da nossa viagem. À medida que entrelaçávamos temas diversos, a diversidade oriunda de faixas etárias e nacionalidades distintas iam tornando nosso encontro rico e adorável.

À medida que íamos aprofundado as trocas, não pude evitar perguntar ao mais velho de nós, na faixa dos 80 aparentemente bem vividos, o que esperaria do amor a essa altura da vida. Respirando fundo me disse: lealdade.

Leia mais

26 Jun(Português) Por que ficar presos às lembranças dos amores vividos?


(Português) Muitas pessoas ficam presas a amores vividos no passado. Amores que se transformam em grandes roteiros que conduzem suas vidas. Os anos passam, possíveis novos amores chegam, mas aquele amor que ficou no passado, torna-se, injustamente, o que valida o futuro amor. Nesse cenário, é quase impossível, novos amores se tornarem realidade. Não há como competir com alguém que não está mais aí para viver toda a complexidade de uma relação. Com alguém que de certa forma, já está morto.

Leia mais
Inscreva-se em nossa newsletter

Últimos posts

Instagram

  • Fim do curso. Fim do Richard e a Christa no Brasil. Foram dias intensos, profundos, plenos e amorosos. Thanks Richard and Christa for sharing with us yours lights, thoughts, knowledge and worldview 💛💚
#love #soul #behavior #movimentoshumanos
  • Vogue México (@voguemexico ) traz na sua capa deste mês um Muxe. Especialmente na região do Oaxaca existem muitos Muxes que representam, com seu estilo de vida, a dualidades do feminino e o masculino. Chamados por alguns do terceiro gênero, vivem nesse país desde tempos prehispánicos. #diversidade #mexico #lgtbq #behavior #movimentoshumanos
  • Minha coleguinha de aula, amiga querida Drica (@dricadequechsola ). Aprendendo juntas com Richard (@barrettvalues ), Christa e Roberto (@robertoziemer ) 💚
#amizade #cultura #behavior #movimentoshumanos
  • Ampliando a consciência: Living Your Soul's Destiny curso com Christa Schreiber e Richard Barrett ( @barrettvalues )💚
Esse curso é dado por eles na Toscana. Meu querido Roberto Ziemer @robertoziemer ) trouxe para o Brasil. Um curso que de certa maneira reúne todos os estudos do Richard sobre o ser humano.
#serhumano #behavior #movimentoshumanos

Seguir!

(Português) Baixe o Projeto Uno

* obrigatório
Gênero