fbpx

31 JanEl cambio después del matrimonio. ¿Será una maldición?


Mientras comía con una amiga, hablábamos sobre relacionamientos. Recién casada, estaba descubriendo poco a poco las características de su esposo que no combinan con su perspectiva de vida.

Siempre va haber quien se haga la pregunta ¿Cómo uno no se da cuenta de eso? Pueden existir diversos motivos y, por eso, me enfocaré sólo en algunos. Hay personas que cambian después que se casan. Cambian para volver a ser lo que tal vez han sido siempre hasta que se enamoraron.

Leia mais

22 Aug(Português) Mais uma vitória da guerreira: o amor romanticamente maduro


(Português) Assisti a um casamento que me emocionou pela sensibilidade dos noivos, pela cerimônia e pelo o quê representa para as mulheres guerreiras que lutaram muito pelo seu espaço e pelo direito de amar e ser amada como elas são.

Leia mais

03 AugLa maldición femenina que insistimos mantener


Sao Paulo, Julio de 2017. Mientras escucho una conocida de 22 años que me habla de su reciente historia, es imposible no relacionar a las historias que he escuchado en el nordeste de este gran y único país.  El hecho de seren mujeres del nordeste del país, región conocida por mantener características machistas, el coronelismo y todas las formas que componen el sentido del Poder Sobre, que describo en Movimientos Humanos – Poder Isonómico; ayuda a comprender y justificar las historias que he escuchado. ¿Pero, en Sao Paulo? ¿2017? ¿En un ambiente con personas de buen nivel intelectual y educativo? ¿Cómo es posible?

Leia mais

15 Jun(Português) Viva o amor romântico!


(Português) Estar apaixonado faz o dia ficar mais leve e bonito, sim. Rimos com facilidade, nossas emoções ficam mais evidentes, nossa sensibilidade aumenta e o senso de ridículo diminui, inevitavelmente. Aquilo que até ontem nos parecia cafona e piegas começa a fazer sentido.

Leia mais

23 Jan(Português) A coragem de viver


Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en portugués de Brasil.

Leia mais

15 Dec(Português) Cinco décadas de vida.


Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en portugués de Brasil.

Leia mais

20 Nov(Português) Dois movimentos ascendentes: o feminino-maternal e o empreendedorismo feminino. Conseguimos que andem juntos?


Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en portugués de Brasil.

Leia mais

31 OctLa reciprocidad es necesaria en las relaciones, pero no en el amor


Hace unos años, una persona que me ha enseñado mucho me explicó la diferencia entre el amor y las relaciones. Guiados por el pensamiento romántico, entendemos que el amor y el relacionamiento son una sóla cosa. Pero, según esta persona, no lo son. Son diferentes.

Leia mais

26 Sep(English) Diálogo e “combinados” – a medida da relação


Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en inglés estadounidense y portugués de Brasil.

Leia mais

24 Apr(English) Amor incondicional é uma roda mágica


Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en inglés estadounidense y portugués de Brasil.

Leia mais
(Português) INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Nome

E-mail

Últimos posts

Instagram

  • Três anos atrás celebramos o carnaval no Rio. Especificamente na Sapucaí, nosso lugar por anos. Este ano trocamos pelo balanço do mar na Bahia. O que é melhor? Os dois. Difícil comparar e escolher entre a criatividade tão brasileira das escolas de Samba com o carinho, alegria e aconchego do povo bahiano.  O Brasil é lindo, diverso e amoroso. Sorte a nossa viver neste país tão especial 🧡
#carnaval2020 #bahia #sapucai #brasil #behavior #movimentoshumanos
  • Ao entrevistar mulheres para a atualização do #Projeto U#no, me surpreendi ao escutar de algumas que não acreditam na sua capacidade em assumir um alto cargo por não se sentirem #prontas. Está na hora de abandonarmos a ideia de #perfeição se quisermos mudar nossa #relação #profissional. A reflexão sobre este assunto está no blog!

#behavior #movimentoshumanos #carreira #felicidade #CEO #equidade #mundocorporativo
  • Na minha chegada ao aeroporto de Salvador recebi esta ventarola. Na hora achei a mensagem legal. Simples assim: Cool, importante e nada alem disso. Só comprendí o peso da ação após ouvir mulheres e homens durante minhas entrevistas na cidade. Relatos de abusos que os homens costumeiramente cometiam só "porque é carnaval" me fizeram entender porque o movimento feminista vem ganhado força. Tem os ignorantes - e prefiro pensar que são ignorantes a outra coisa - que consideram a exigência de respeito como mimimi. Só quem não viveu ou aprova o abuso e assédio sexual que gera medo, repulsa e marca o emocional das pessoas, pode achar que é mimimi. Melhor pensar que é ignorância.
Até pouco tempo atrás - bem pouco - homens rodeavam mulheres nas ruas de Salvador durante o período de carnaval.  Tocavam nela em todas as partes do corpo e beijavam a força na boca. Quando a liberavam ainda a chamavam de puta. Comprotamento aceito pela sociedade com "os homens são assim quando bebem", "mulher que se respeita não sai na rua em época de carnaval", a moral regente foi se modificando, muito devido à movimentos como o feminismo. Tem exageros, claro! Como em todo movimento. Mas no balanço das contas e do respeito para com o outro, o saldo está sendo mais do que positivo. 
#respeitoebomeeugosto #carnavalsemassedio #feminismo #behavior #salvador #movimentoshumanos
  • Me sinto honrada ao saber que minha querida Adriana Dequech (@dricadequechsola ) utilizou meu texto "Felicidade a dois, é possível?" na sua Pausa para Prosa (@pausaparaprosa ). Através desse projeto lindo, Drica vem contribuindo com o conhecimento e reflexão sobre questões de relacionamentos e filhos.
Ontem ela publicou um vídeo no qual promove uma leitura sobre meu texto. É para isso que escrevo e compartilho meus escritos: para que possamos discutir, refletir e sermos mais conscientes nas nossas escolhas. 
Infelizmente não consegui compartilhar o vídeo da Drica aqui, mais vá lá, na Pausa para Prosa que você encontra o vídeo dela.
#reflexoes #amorromantico #pausaparaprosa #behavior #movimentoshumanos

Seguir!

(Português) Baixe o Projeto Uno

Nome*

E-mail*

Cargo

Idade

Gênero