fbpx

03 Dec(Português) Sou uma feminista que adora cuidar do marido e da casa


(Português) Lembro quando comecei a primeira onda do Projeto Uno – pesquisa que realizo pela behavior, minha empresa – em 2010, tendo como foco as mulheres. Queria compreender em profundidade o que elas sentiam e entendiam sobre ser mulher num país como o Brasil. A época era propícia, porque estava se iniciando a discussão massificada sobre o empoderamento feminino. Lembro que, enquanto ia compreendendo crença a crença o que levava a nós, mulheres, construir o que é ser mulher, ia ficando furiosa.

Leia mais

02 Jul(Português) Família & Casamentos. Ampliando a roda de aprendizados


(Português) Dias desses fui convidada para ser a ceremonialista num casamento. São amigos queridos que acompanho desde que se conheceram. Escolhi falar sobre três pontos: amor e relacionamento – algo que, para mim, como tenho escrito por aqui, são coisas diferentes; o significado de celebrarmos um casamento – o compromisso que se assume perante o grupo social selecionado para estar presente; e por último, os elos que se criam ao unir dois seres humanos, ampliando os elos familiares. É sobre este último item que escrevo esta semana para refletirmos juntos.

Leia mais

21 Dec(Português) Marília Mendonça e as crenças sobre o amor


Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en portugués de Brasil.

Leia mais

22 Sep(English) Para positivar o homem na sociedade devemos acabar com o conceito de homem-majestade. Será que estamos prontos?


(Português) Por que é tão difícil positivar a nova identidade masculina? Porque ela, ao ter sido o lado público do velho modelo mental e social, está ligada diretamente ao poder antigo e a forma como vemos o que é bom e o que é ruim nesse cenário.

Leia mais

17 SepRelacionamiento amoroso: una conquista sin competición


(Português) Criei alguns pontos aos quais credito a minha relação-amorosa-feliz: o primeiro é o desejo profundo que a relação dê certo e isso ser maior do que nosso ego. A auto-importância torna-se menor. Para deixar claro devo dizer que o que entendo por auto-importância é colocar nosso eu, nossa pessoa e persona na frente de tudo – nossas vontades, nossa opinião, a nossa “verdade”.

Leia mais
(Português) INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Nome

E-mail

Últimos posts

Instagram

  • Meus meninos 😍
  • Parabéns à cidade que nos recebeu de braços abertos há quase 13 anos. São Paulo uma cidade tão grande quanto o seu coração. De gente do fazer, criar, desenvolver, enlouquecer. Impossível não amar.
  • Good morning London!
  • Envolvidos completamente pela névoa navegamos pelo rio Ganges. Sem poder enxergar nada sentimos a umidade tomando conta de nós. A sensação era de ter entrado num filme de ficão. De tanta névoa o nosso barqueiro se perdeu. O tempo necessário para tornar tudo mais fantástico. Lentamente a névoa foi desvendando o lugar onde são cremados os mortos. Vimos um corpo sendo preparado para ser cremado. Por respeito é proibido fotografar as ceremonias. Somente homens participam da ceremonia de cremação. O corpo leva umas 3 horas para se queimar, alguns ossos e parte das cinzas são entregues às águas do Ganges para garantir que o ente querido vá direto ao paraíso deles, já que aqui para o hinduismo, nas margens do rio sagrado Ganges, é casa de Shiva, um dos deuses principais. No caminho para sair do local, o comércio da cremação acontece nas ruelas estreitas e sujas. Madeira sendo vendida, óleos, flores e cabeleireiros (os filhos homens raspam a cabeça em sinal de luto, deixando um rabinho mínimo na parte de trás da cabeça). Tudo acontece a menos de um quilômetro do lugar onde os indianos tomam se banho sagrado. Tudo junto, morte e renascimento. Como o deus Shiva é: integral.
#sagrado #hinduismo #shiva #india #fé #behavior #movimentoshumanos

Seguir!

(Português) Baixe o Projeto Uno

Nome*

E-mail*

Cargo

Idade

Gênero