• Donata e as bolhas nas quais vivemos

    Leia Mais

Sobre o Blog

Aqui, a pesquisadora e pensadora, Nany Bilate aborda nos seus textos os Movimentos Humanos, estudo que apresenta as transições de valores e crenças sociais que apontam os caminhos que estamos escolhendo para criar uma nova realidade.

22 NovRepensadores, mais do que um repensar, um reaprender a trabalhar


Conheci Otávio Dias, quando ele estava quase começando com nossa querida amiga comum, Beatriz Freitas dona e idealizadora da pioneira Zest,…

Leia mais

08 OctA decisão que mexe com as pessoas.


Desde que meu marido, Nélio Bilate resolveu sair da Nissan e com isso deixar o mundo corporativo como executivo, tem sido…

Leia mais

28 SepQual é a Essência da sua empresa?


O que faz com que a empresa cumpra seu “Contrato” com a sociedade? O resgate da essência, aquilo que está escrito em sua missão.

Leia mais

11 SepQuando se criam Alianças


Há palavras que com o tempo vão ficando banais pelo uso excessivo perdendo todo o seu significado. Ao meu ver a…

Leia mais

14 JulAproveitar o que se tem


Hoje de manhã decidir meditar no pequeno jardim que tenho na minha casa. Quando abri os olhos após a pausa meditativa…

Leia mais

21 JunEssência Corporativa, um caminho para continuarmos sustentáveis (artigo publicado na Think&Love deste mês)


Antes de qualquer coisa, para quem estranhou o título do artigo, a resposta é sim, nós somos sustentáveis. Se não, não…

Leia mais

12 JunO Universo Responde: “O Senhor dos Anéis”


Terça-feira, 09 de junho, meu marido antes de dormir me disse, num tom quase de oração, que esperava que desse tudo…

Leia mais

21 MayEssência Corporativa O Boticário


Hoje consegui colocar no ar o hotsite Case Essência Corporativa O Boticário (www.behavior.com.br) que aborda o trabalho que venho realizando junto…

Leia mais

27 MarOut of the scene


Hoje tive mais um encontro com uma amiga. Novamente a questão: mudança. Neste caso a decisão já está tomada, ela decidiu…

Leia mais

25 MarO que faz você arrepiar?


Em um almoço recente com amigas, novamente um assunto se estabelece na mesa: muito por causa da crise econômica, as pessoas estão buscando caminhos alternativos para driblá-la. O que me chama a atenção é que invariavelmente nesses meus almoços e cafés, vejo que fazem isso pensando no que o mercado faz, no que ele compra, ficam raciocinando encima de seus talentos, histórico profissional. Alguns buscam se agilizar no conhecimento de tendências, de áreas que pouco conhecem, tentando se atualizar, pensando que será em um desses novos territórios que encontrarão a resposta do que os deixará Felizes e Prósperos (aliás esses dois desejos juntos, que são o grande desafio).

Leia mais