fbpx

13 Apr 2020(Português) Eu sonhei um Brasil amoroso


(Português) No domingo de Páscoa com o mundo silencioso em função a pandemia da Covid-19, fiquei emotiva. Assisti compenetrada ao concerto do tenor Andrea Bocelli feita na Catedral Duomo em Milão. E pensei. Pensei em todas as famílias separadas por conta do isolamento que não puderam se abraçar nem compartilhar a festa dos ovos de Páscoa. Pensei nas mortes que assolam famílias pelo mundo inteiro. Pensei em famílias que ficaram com o corpo inerte de seu ente querido por dias, até as autoridades poderem ir buscar, dada o volume de mortos. Pensei na imagem que vi do Equador, com as pessoas deixando os corpos na rua porque não há serviço de retirada. Pensei na vala comum que foi criada próximo a Nova York. Pensei nos vulneráveis que nem comida têm, imagina ter sabão e álcool gel. Pensei nos profissionais que estão de cara com a doença todo dia se expondo e expondo suas famílias pelo bem da sociedade. Pensei, meditei e orei. Foi aí que que  fiz algo que faço desde pequena quando a situação me dói muito: vou para um futuro imaginário. Intencionando que se torne verdade.

Leia mais

18 Feb 2020(Português) Felicidade a dois é possível?


(Português) Quando ouço homens e mulheres sobre suas tentativas para estabelecer uma relação amorosa duradora e feliz, penso como é difícil conseguir um companheiro para toda a vida. Como é difícil ser feliz numa relação a dois. Creio que sempre foi. A diferença é que o desejo de ser feliz não era um objetivo de vida na vida de nossos pais e antepassados. A maioria queria uma vida boa – segura, confortável e estável – mas aceitava as dificuldades como uma realidade quase imutável.

Leia mais

28 Jan 2020(Português) Casamento na Índia: as mulheres com o destino decidido


(Português) O casamento na Índia é uma das principais festas familiares. Os pais da noiva se preparam financeiramente para bancar boa parte da festa de casamento. Uma forma de dote moderno embora, cada vez mais, as despesas sejam divididas entre os dois lados. O nosso guia em Jaipur, após visitarmos o palácio do rei da região e ver o salão de festas do local, nos fez sentar para mostrar a festa de casamento da filha dele ocorrida o ano passado: “festa de casamento como de um maharabi (tipo de Rei na Índia)”, nos disse todo orgulhoso. Imagino que para o pai de uma menina, num sociedade tão preocupada com a convivência social, seja realmente importante mostrar que pode pagar um linda e longa festa. Foram 4 dias de festa!

Leia mais

14 Jan 2020(Português) Justiça nas decisões de um casal


(Português) Provavelmente quando este texto seja publicado estarei voando em direção à Índia. Sonho antigo que estarei realizando. Estive pensando porque tinha demorado tanto tempo para embarcar em direção a esse sonho… Há várias razões: tempo, dinheiro, outras prioridades e, sem dúvida, a resistencia que meu marido tinha por conhecer esse país. 

Leia mais

07 Jan 2020(Português) Que você perdoe para reiniciar


(Português) Tenho pesquisado, estudado e refletido sobre a desigualdade e a injustiça. Ambas nos cercam e fazem parte da nossa forma de ser. Difícil alguém que não foi injusto ou aproveitou da desigualdade para se dar bem. Difícil quem não sofreu por causa de uma ou de ambas.

Leia mais

03 Dec 2019(Português) Sou uma feminista que adora cuidar do marido e da casa


(Português) Lembro quando comecei a primeira onda do Projeto Uno – pesquisa que realizo pela behavior, minha empresa – em 2010, tendo como foco as mulheres. Queria compreender em profundidade o que elas sentiam e entendiam sobre ser mulher num país como o Brasil. A época era propícia, porque estava se iniciando a discussão massificada sobre o empoderamento feminino. Lembro que, enquanto ia compreendendo crença a crença o que levava a nós, mulheres, construir o que é ser mulher, ia ficando furiosa.

Leia mais

26 Nov 2019(Português) Temos mais de uma alma gêmea?


(Português) Outro dia conversando com uma amiga surgiu a pergunta título deste texto: será que temos mais de uma alma gêmea? Ela tinha amado profundamente uma pessoa, ficaram juntos por anos muito importantes para ambos. Eram felizes até o momento que os ciclos da vida os afastou. No amadurecimento, os objetivos e a perspectiva sobre o futuro que ambos tinham foram se diferenciando até se tornarem inconciliáveis. Cada um foi tomando interesses e rumos diferentes. Reagindo à vida de forma diferente. Foi nesse momento, que após muita dor, se separaram.

Leia mais

29 Oct 2019(Português) A Bela e a Fera no amor. Será que vale a pena?


(Português) Aprendi a gostar de filmes e desenhos animados da Disney com meu marido. O fato de ter aprendido a gostar mais deles como adulta, me faz vê-los com um olhar de pesquisadora e analisar as mensagens que eles transmitem para nós. Um dos contos de fadas que gostei de ver na grande telona e no palco como musical, A Bela e a Fera, é meu tema de reflexão neste texto. Para mim esse conto de fadas representa o que vejo bastante nas minhas pesquisas: a crença que cabe às mulheres a tarefa de transformar o monstro em um lindo e amoroso príncipe.

Leia mais

10 Sep 2019(Português) Relações familiares. Quem diz que são entre iguais?


(Português) Comentando com uns amigos sobre a última viagem em família que acabamos de realizar, ouvi o comentário: “viagem em família sempre acaba mal”. Creio que essa afirmação faz sentido por alguns motivos: em toda família há mágoas e ressentimentos. Sentimentos gerados, na grande maioria das vezes, pela expectativa de ações que esperamos que os outros façam. Acredito que há muita fantasia – o que considero bom – e ilusão – o que considero ruim – ao redor do significado de família na nossa sociedade.

Leia mais

06 Aug 2019(Português) A dificuldade em dizer adeus a um relacionamento


(Português) Há um comportamento, que tem se tornado característicos nos relacionamentos: o sumir. A pessoa se relaciona, demostra interesse, que está gostando – ou, pelo menos, a leitura do outro é essa – e um belo dia, simplesmente, some. Não atende telefone, não responde as mensagens de whatsapp e em alguns casos, bloqueia a, até ontem, pessoa amada. Sem explicação. Sem nenhuma palavra.

Leia mais