fbpx

16 Aug 2021(Português) Será que não conseguimos ser e ao mesmo tempo ter?


Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Leia mais

28 Apr 2021O Dia Nacional da Mulher celebra as múltiplas mulheres


(Português) Em março comemoramos o Dia Internacional da Mulher e no fim de abril, dia 30, comemoramos o Dia Nacional da Mulher.

Leia mais

14 Apr 2021(Português) Tempos de escolha 2: quais são os nossos valores?


Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Leia mais

07 Apr 2021(Português) Xuxa, presos, covid nas periferias e todos nós


Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Leia mais

30 Mar 2021(Português) Mulheres, podemos cansar, parar para um respiro e, mesmo assim seguimos em frente


Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Leia mais

08 Mar 2021(Português) Celebremos não só o dia, mas a década da mulher


Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Leia mais

17 Feb 2021(Português) Sapucaí sem desfile e outras dores deste Carnaval


Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Leia mais

10 Feb 2021(Português) O cancelamento resolve o problema?


Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Leia mais

10 Nov 2020(Português) Tempos de escolha: sombras e luzes no ano em que a natureza reagiu


(Português) Montanha russa de emoções e sentimentos e fica a pergunta: será que iremos nos acostumando a estes tempos dicotômicos ou talvez multicotômicos que nos impõem escolhas que talvez não queiramos assumir. Diversos e plurais como a humanidade sempre foi – apesar dos que arquitetaram, bem sucedidamente devemos concordar – esconder.

Leia mais

07 Oct 2020(Português) Felicidade na Terra, ansiedade na veia. Que tal pensarmos em bem-estar?


(Português) Desde que decidimos que devíamos ser felizes enquanto estivéssemos vivos, abrimos a porta para a ansiedade entrar, retumbante, na nossa vida. Alguns podem me perguntar: como assim? Existe a possibilidade de não querer ser feliz? Sim existe. Ou melhor, existia. Nossos avós e bisavós, com raríssimas exceções, não tinham o sonho da felicidade como meta de vida da forma como nós a temos. Eles queriam, no máximo, uma vida confortável e estável.

Leia mais