fbpx

17 Nov 2020(Português) O príncipe, a plebeia e o conto de fadas ao avesso


(Português) Num típico domingo londrino de outono conversávamos com um amigo quando a família real surgiu tão naturalmente quanto é falar do tempo nessa cidade. A mais importante e conhecida monarquia mundial veio, primeiro, através da discussão do conceito de propriedade sobre os imóveis que a Inglaterra tem – tinha descoberto no dia anterior, que na prática, quem compra um imóvel na Inglaterra não é dono final do terreno ou da “terra” na qual o imóvel está construído –, e como, no fim de contas, todas as terras pertencem à rainha, seus familiares e, se entendi bem, a algumas poucas famílias aristocráticas. Não sabia que quando falávamos “estamos na terra da rainha”, estávamos sendo tão literais assim.

Leia mais

10 Nov 2020(Português) Tempos de escolha: sombras e luzes no ano em que a natureza reagiu


(Português) Montanha russa de emoções e sentimentos e fica a pergunta: será que iremos nos acostumando a estes tempos dicotômicos ou talvez multicotômicos que nos impõem escolhas que talvez não queiramos assumir. Diversos e plurais como a humanidade sempre foi – apesar dos que arquitetaram, bem sucedidamente devemos concordar – esconder.

Leia mais

27 Oct 2020(Português) Robinho, abuso com a mulher e as feministas


(Português) O caso do jogador de futebol Robinho, condenado em novembro de 2017 na Itália por estupro coletivo, sentença à qual recorreu o que justifica que esteja em liberdade, trouxe, além do próprio horror que representa um ato de violência sexual contra mulheres ou qualquer ser humano, a imagem do ainda persistente machismo que culpa “as feministas” – e a imprensa – pela pressão que sofre da opinião pública.

Leia mais

07 Oct 2020(Português) Felicidade na Terra, ansiedade na veia. Que tal pensarmos em bem-estar?


(Português) Desde que decidimos que devíamos ser felizes enquanto estivéssemos vivos, abrimos a porta para a ansiedade entrar, retumbante, na nossa vida. Alguns podem me perguntar: como assim? Existe a possibilidade de não querer ser feliz? Sim existe. Ou melhor, existia. Nossos avós e bisavós, com raríssimas exceções, não tinham o sonho da felicidade como meta de vida da forma como nós a temos. Eles queriam, no máximo, uma vida confortável e estável.

Leia mais

01 Oct 2020(Português) Empresas, o verbo do momento é cuidar


(Português) Dizem que o cuidar é do feminino, desculpem, não concordo. Concordo mais com a ideia de que isso é uma convenção cultural, mas, este texto não pretende discutir esse assunto, portanto, vamos junto com a maré: se cuidar é do feminino e empresa ou corporação são substantivos femininos, que tal cumprir essa convenção social?

Leia mais

29 Sep 2020(Português) 2020, o ano para lembrar


(Português) 2020 será um ano para ser lembrado por nós e pela história. O ano em que o mundo parou o seu ritmo alucinante em direção a um destino que nem sabíamos ao certo qual era, e mesmo assim, conduzia a nossa vida. Um ano em que vimos o melhor e o pior de nós emergir ao nosso lado; os “maus” que ambicionam um mundo bem distante do que nós desejamos não são mais aqueles que estão do lado de lá, e sim alguém próximo da nossa família.

Leia mais

15 Sep 2020(Português) Quando o racismo mora ao lado


(Português) Talvez uma das sensações que temos de que o mundo esteja terrivelmente ruim e os valores humanos corrompidos a um nível nunca vistos, deva-se a que, diferentemente das décadas de 60 e 70, a nossa ingenuidade sobre quem somos como sociedade, tenha diminuído.

Leia mais

08 Sep 2020(Português) Como anda seu desejo pelo seu par?


(Português) As mulheres têm aprendido sobre sua sexualidade nas duas últimas décadas mais do que em todo o século anterior e isso se deve à informação disponível. A informação pode ser correta, errada, parcial, mesmo assim essas possibilidades trazem um lado benéfico quando analisamos que, em termos de conhecimento, o tema precisa ser discutido. E para ser discutido, o tema precisa estar na mesa do bar, do jantar, no papo com as amigas…. Com a discussão, e a reflexão que costuma vir junto, a informação se transforma

Leia mais

02 Sep 2020(Português) O futuro do mundo é plural. Você está pronto?


(Português) Em 2014 apresentei para um cliente a possibilidade de que o consumo de maquiagem no Brasil viesse a cair. Na época, a possibilidade que levantava não se embasava em hábitos de consumo ou comportamentos, mas em sentimentos que vinha captando em minhas pesquisas. Estava ficando evidente – pelo menos para mim – que a busca por maior autenticidade de ser, estava se fortalecendo ao ponto de chamar, fortemente, a minha atenção. Essa autenticidade, claro, poderia, lá na frente, respingar no mercado de maquiagem que, além de enaltecer a nossa beleza, também pode disfarçá-la.

Leia mais

25 Aug 2020(Português) O amor que acalma


(Português) Quando se chega aos cinquenta anos costumam ter passado por nós alguns bons amores. Dependendo as nossas crenças sobre o amor, eles podem ter sido intensos, leves, complicados, dolorosos ou felizes. As crenças que constroem o nosso sentido de realidade também ditam as nossas escolhas amorosas. Por isso falo e recomendo tanto o autoconhecimento ao ponto de conseguir listar – isso mesmo listar de forma objetiva – nossas crenças sobre os assuntos que regem o nosso sentido de felicidade. Trazer para a consciência é mais de meio caminho andado em direção ao bem-estar tão desejado.

Leia mais