fbpx

18 FebFelicidade a dois é possível?


Quando ouço homens e mulheres sobre suas tentativas para estabelecer uma relação amorosa duradora e feliz, penso como é difícil conseguir um companheiro para toda a vida. Como é difícil ser feliz numa relação a dois. Creio que sempre foi. A diferença é que o desejo de ser feliz não era um objetivo de vida na vida de nossos pais e antepassados. A maioria queria uma vida boa – segura, confortável e estável – mas aceitava as dificuldades como uma realidade quase imutável.

Leia mais

07 JanQue você perdoe para reiniciar


Tenho pesquisado, estudado e refletido sobre a desigualdade e a injustiça. Ambas nos cercam e fazem parte da nossa forma de ser. Difícil alguém que não foi injusto ou aproveitou da desigualdade para se dar bem. Difícil quem não sofreu por causa de uma ou de ambas.

Leia mais

26 NovTemos mais de uma alma gêmea?


Outro dia conversando com uma amiga surgiu a pergunta título deste texto: será que temos mais de uma alma gêmea? Ela tinha amado profundamente uma pessoa, ficaram juntos por anos muito importantes para ambos. Eram felizes até o momento que os ciclos da vida os afastou. No amadurecimento, os objetivos e a perspectiva sobre o futuro que ambos tinham foram se diferenciando até se tornarem inconciliáveis. Cada um foi tomando interesses e rumos diferentes. Reagindo à vida de forma diferente. Foi nesse momento, que após muita dor, se separaram.

Leia mais

12 NovCasamento de aparências. Por que ainda existe?


Desde jovem me questionava sobre o porquê um casal continuava junto sendo infeliz. Por ser uma pessoa observadora, desde pequena cresci notando casais assim. Lembro que ouvia as mulheres reclamarem seriamente de seus maridos. Ouvia os homens meio brincando, meio de verdade, lamentarem o fato de estarem casados. Via a reação das mulheres e, mesmo sem entender totalmente, notava que a frase dita pelos maridos, tinha base de verdade. Lembro que isso me fazia pensar sobre o que realmente significava o casamento para boa parte das pessoas. Era realmente por amor?

Leia mais

29 OctA Bela e a Fera no amor. Será que vale a pena?


Aprendi a gostar de filmes e desenhos animados da Disney com meu marido. O fato de ter aprendido a gostar mais deles como adulta, me faz vê-los com um olhar de pesquisadora e analisar as mensagens que eles transmitem para nós. Um dos contos de fadas que gostei de ver na grande telona e no palco como musical, A Bela e a Fera, é meu tema de reflexão neste texto. Para mim esse conto de fadas representa o que vejo bastante nas minhas pesquisas: a crença que cabe às mulheres a tarefa de transformar o monstro em um lindo e amoroso príncipe.

Leia mais

09 OctRelacionamentos. As negociações do amor na meia-idade


Amor. Todos queremos, todos sonhamos. Muito mais em ser amados do que em amar. Amor tem a ver com entrega. Amor tem a ver com responsabilidade. O amor é uma energia que se retroalimenta com o exercício de amar. Quanto mais amamos, mas sentimos o amor dentro de nós. Ser amados acalenta a alma.

Leia mais

01 OctA solitude que alimenta o ninho vazio


O mês passado falei sobre a dificuldade em viver uma nova fase do casal: o Ninho Vazio. Diversos comentários que recebi, me levaram a pensar o quanto é uma fase difícil. Junta as mudanças da faixa etária –mulheres entrando no climatério –, novo momento do casal, transformação de ciclo profissional… Tempo de transformações intensas especialmente para quem se dedicou quase que integralmente para a família.

Leia mais

06 AugA dificuldade em dizer adeus a um relacionamento


Há um comportamento, que tem se tornado característicos nos relacionamentos: o sumir. A pessoa se relaciona, demostra interesse, que está gostando – ou, pelo menos, a leitura do outro é essa – e um belo dia, simplesmente, some. Não atende telefone, não responde as mensagens de whatsapp e em alguns casos, bloqueia a, até ontem, pessoa amada. Sem explicação. Sem nenhuma palavra.

Leia mais

30 JulNinho vazio. E agora, casal?


Primeiramente, para se adaptar ao ninho vazio – tempo do casal em que os filhos saem da casa para viver suas próprias vidas – os casais precisam gostar do vazio e da companhia um do outro. Os filhos preenchem e ocupam o dia a dia. Viram tema de conversa. Motivo de diálogo. Quando eles saem da casa, por maior o elo com eles, cria-se e uma distância. Surgirão dias em que o comentário não gira mais em torno deles. É nesse momento que o casal, volta a olhar um para o outro e reiniciar uma parceria amorosa. Ou não.

Leia mais

02 JulFamília & Casamentos. Ampliando a roda de aprendizados


Dias desses fui convidada para ser a ceremonialista num casamento. São amigos queridos que acompanho desde que se conheceram. Escolhi falar sobre três pontos: amor e relacionamento – algo que, para mim, como tenho escrito por aqui, são coisas diferentes; o significado de celebrarmos um casamento – o compromisso que se assume perante o grupo social selecionado para estar presente; e por último, os elos que se criam ao unir dois seres humanos, ampliando os elos familiares. É sobre este último item que escrevo esta semana para refletirmos juntos.

Leia mais
INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Nome

E-mail

Frases

Instagram @nanybilate

  • Três anos atrás celebramos o carnaval no Rio. Especificamente na Sapucaí, nosso lugar por anos. Este ano trocamos pelo balanço do mar na Bahia. O que é melhor? Os dois. Difícil comparar e escolher entre a criatividade tão brasileira das escolas de Samba com o carinho, alegria e aconchego do povo bahiano.  O Brasil é lindo, diverso e amoroso. Sorte a nossa viver neste país tão especial 🧡
#carnaval2020 #bahia #sapucai #brasil #behavior #movimentoshumanos
  • Ao entrevistar mulheres para a atualização do #Projeto U#no, me surpreendi ao escutar de algumas que não acreditam na sua capacidade em assumir um alto cargo por não se sentirem #prontas. Está na hora de abandonarmos a ideia de #perfeição se quisermos mudar nossa #relação #profissional. A reflexão sobre este assunto está no blog!

#behavior #movimentoshumanos #carreira #felicidade #CEO #equidade #mundocorporativo
  • Na minha chegada ao aeroporto de Salvador recebi esta ventarola. Na hora achei a mensagem legal. Simples assim: Cool, importante e nada alem disso. Só comprendí o peso da ação após ouvir mulheres e homens durante minhas entrevistas na cidade. Relatos de abusos que os homens costumeiramente cometiam só "porque é carnaval" me fizeram entender porque o movimento feminista vem ganhado força. Tem os ignorantes - e prefiro pensar que são ignorantes a outra coisa - que consideram a exigência de respeito como mimimi. Só quem não viveu ou aprova o abuso e assédio sexual que gera medo, repulsa e marca o emocional das pessoas, pode achar que é mimimi. Melhor pensar que é ignorância.
Até pouco tempo atrás - bem pouco - homens rodeavam mulheres nas ruas de Salvador durante o período de carnaval.  Tocavam nela em todas as partes do corpo e beijavam a força na boca. Quando a liberavam ainda a chamavam de puta. Comprotamento aceito pela sociedade com "os homens são assim quando bebem", "mulher que se respeita não sai na rua em época de carnaval", a moral regente foi se modificando, muito devido à movimentos como o feminismo. Tem exageros, claro! Como em todo movimento. Mas no balanço das contas e do respeito para com o outro, o saldo está sendo mais do que positivo. 
#respeitoebomeeugosto #carnavalsemassedio #feminismo #behavior #salvador #movimentoshumanos
  • Me sinto honrada ao saber que minha querida Adriana Dequech (@dricadequechsola ) utilizou meu texto "Felicidade a dois, é possível?" na sua Pausa para Prosa (@pausaparaprosa ). Através desse projeto lindo, Drica vem contribuindo com o conhecimento e reflexão sobre questões de relacionamentos e filhos.
Ontem ela publicou um vídeo no qual promove uma leitura sobre meu texto. É para isso que escrevo e compartilho meus escritos: para que possamos discutir, refletir e sermos mais conscientes nas nossas escolhas. 
Infelizmente não consegui compartilhar o vídeo da Drica aqui, mais vá lá, na Pausa para Prosa que você encontra o vídeo dela.
#reflexoes #amorromantico #pausaparaprosa #behavior #movimentoshumanos

Seguir!

Baixe o Projeto Uno

Nome*

E-mail*

Cargo

Idade

Gênero